ana valentini

Durante a tarde dessa segunda-feira, 14/10, foi realizada na Assembleia Legislativa de Minas, reunião do Assembleia Fiscaliza, na Comissão de Agropecuária e Agroindústria. A sessão contou com a presença da secretária de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Ana Maria Soares Valentini, que prestou contas das ações da Secretaria.

Durante sua fala, a secretária por diversas vezes frisou a importância da Emater para o Estado e, principalmente, para os pequenos produtores. Ana Valentini destacou a contribuição da Empresa na liberação do crédito rural para o pequeno produtor e o importante papel desenvolvido pelos profissionais da Empresa, citando exemplo dos que atuam na área de bem estar social.

Mas, infelizmente, na contramão das palavras da secretária, as ações do governo vão todas no sentido de enfraquecer e desvalorizar o funcionalismo público. Mesmo com um concurso público realizado e homologado, não há convocação dos aprovados. O Governo tem afirmado a necessidade de realização de um PDV para diminuir gastos, antes de novas contratações, no entanto esta economia já foi feita com o PDV de 2016. Aliás estes foram os cálculos apresentados na época. Agora querem realizar um novo PDV, com condições precárias e ainda, sem reposição dos desligamentos do anterior? Isso não é valorizar a Emater. Pelo contrário, isso significa sucatear a Empresa e sobrecarregar ainda mais os trabalhadores.

O que se percebe é um incentivo irresponsável à realização de PDVs, sem novas contratações, na maioria dos órgãos públicos. Sindicatos de outras categorias já denunciam existência de estudos de demissões compulsórias de funcionários aposentados. A regra tem sido enxugar a máquina pública, mas sem planejamento, prejudicando o serviço público.

Nas falas da maioria dos deputados presentes, a cobrança à secretária foi, principalmente, a necessidade urgente de nomeação dos concursados para garantir que o trabalho continue sendo desenvolvido com a qualidade que gera tanto reconhecimento para a Empresa.

Dentre os deputados que pediram a nomeação dos concursados, estavam Celise Laviola, Antônio Carlos Arantes, Raul Belém, Coronel Henrique e professor Cleiton.  A fala mais contundente em defesa dos trabalhadores da Emater foi da deputada Beatriz Cerqueira, que cobrou a valorização dos profissionais, nomeação dos concursados e o andamento das negociações coletivas.

Confira abaixo:

 

Newsletters

Cadastre seu email para receber notícias