Banner encontro coletivo

Foi realizada no dia 16/10, na sede do Sinter-MG, mais uma reunião com o Coletivo de Sindicalistas das Estatais contra as Privatizações, para discutir o estágio das negociações coletivas de cada categoria. O encontro contou com a presença de representantes do SINTER, representando os trabalhadores da Emater, Sindieletro, representando os trabalhadores da CEMIG, Sintappi, representando os trabalhadores da Epamig, Sindágua, que defende os trabalhadores da Copasa, Sindicato dos Jornalistas e o Sindicatos dos Radialistas, representando os trabalhadores da Rádio Inconfidentes e o educador da Escola Sindical 7 de Outubro, que assessora o grupo.

O descaso do governo com as negociações coletivas é comum na fala dos sindicalistas. Desidratação dos acordos coletivos, com negativas de reajustes e retiradas de direitos; realização de PDVs precários, definidos de forma unilateral; não realização de concursos públicos e negativa de nomeação de concursados; desgaste da imagem do servidor público nas mídias tem sido algumas das estratégias usadas por este governo e que servem para baratear a venda das empresas estatais. Seguindo uma lógica perversa, onde primeiro deprecia-se as empresas, depois fatia e vende.

Com foco nas negociações, os sindicatos estão dialogando e se organizando, buscando o fortalecimento coletivo, com ações em defesa das empresas públicas e de seus trabalhadores, que são primordiais na construção de um projeto de desenvolvimento.

Precisamos combater o processo de sucateamento e retirada de direitos.

Neste mesmo dia, aconteceu a 6ª reunião entre Emater e o Sinter e, comprovando o que o Coletivo de Sindicalistas vem debatendo, não existe vontade deste governo em dialogar com trabalhadores, pelo contrário, há uma ofensiva do governo Zema contra o funcionalismo público.

Não vamos recuar! Sem um acordo que ampare um mínimo de benefícios aos trabalhadores, as negociações não se encerram.

Encaminhamentos de ações, que fortaleçam os Sindicatos nas negociações, foram retiradas desta reunião com os sindicalistas. Mantenham-se mobilizados e aguardem nossa convocação.

Newsletters

Cadastre seu email para receber notícias